segunda-feira, 11 de maio de 2009

Como começar a investir na Bolsa?

Como dito em postagens em anteriores, a bolsa de valores pode ser considerada o filet mignon dos investimentos, tendo disciplina e conhecimento a possibilidade de ganhar dinheiro é real e muito alta!

Por isso o primeiro passo para quem deseja investir na bolsa de valores não é ter dinheiro como a maioria pensa, e sim conhecimento! Adquirir conhecimento sobre investimentos, sobre o mercado de ações, análises e estratégias.

Recomendo a leitura da postagem "Como começar a investir" que fala sobre os requisitos básicos para você se tornar um bom investidor.

As dúvidas mais comuns de quem deseja investir na bolsa valores são:

O que eu preciso para investir na bolsa?

Você vai precisar de uma corretora, essa corretora fará a intermediação entre você e a Bovespa.
Quando fazemos uma operação de compra ou venda de ações, paga
mos uma taxa para corretora, por isso é muito importante que você procure por corretoras que tenham taxa de corretagem baixa, existem corretoras que cobram 5,00 por ordem executada e outras que cobram 20,00, faça uma boa pesquisa antes de escolher a sua.

Posso operar na bolsa a partir da minha casa?

Sim, as corretoras oferecem um aplicativo chamado Home Broker, com ele você pode monitorar cotações e dar ordens de compra e venda. Só é necessário ter um computador com conexão banda larga.

De quanto preciso para começar investir na bolsa?

Tem pessoas que dizem que com 250,00 ou 500,00 já é possível começar a investir na bolsa, algumas corretoras tem exigência de valor mínimo, mas a maioria delas não.

É verdade que com 250,00 ou 500,00 você pode entrar no mercado de ações, porém com essas quantias não é tão fácil ganhar dinheiro.

E eu explico o motivo vamos supor que temos uma corretora que cobra 5,00 por ordem executada, e eu tenho 500,00 para comprar ações, quero comprar ações da Petrobras (PETR4F) que está custando 32,80 cada ação, então eu divido 500,00 por 32,80 o que dá um total de 15 ações, no momento em que eu dou a ordem de compra e ela é executada e compro 15 ações da PETR4F no valor total de 492,00 pagando 5,00 pela corretagem, a minha compra tem o valor total de 497,00.

A partir desse momento começam as oscilações positivas e negativas, e no momento da compra já é necessário fazer a conta para descobrir qual será o meu "Ponto de equilíbrio". O Ponto de equilibrío é o valor em que poderei vender as minhas acões sem ter prejuízo nenhum, e o calculamos da seguinte maneira:

(Valor total da compra + Corretagem compra + Corretagem venda + taxas (emolumentos e taxa líquida)) / pelo número de ações.

Aplicando no nosso exemplo:

(492,00 + 5,00 + 5,00 + 2) / 15

O que dá um total de 33,60, esse valor é o meu ponto de equilíbrio. Ou seja somente acima desse valor terei lucro na minha negociação, lembrando que pagamos 32,80 por ação. Quer dizer que só depois que a ação subir 2,3% eu terei lucro.

Pode parecer pouco mas com mercado em baixa é uma operação arriscada, se a ação cair para 30,00 eu me desesperar e vende-la meu prejuízo será de 54,00. Um valor alto para o meu montante total.

Façamos a mesma operação porém com 1000,00 disponíveis para compra das ações.

1000,00 / 32,80 = 30 ações

(984,00 + 5,00 + 5,00 + 2,00)/30 = 33,20 (1,2%)

Meu ponto de equilíbrio fica em 33,20 bem abaixo dos 33,60 (2,3%), a probalidade de não sair no prejuízo é maior.

Então eu diria que o número mágico para se começar investir tendo uma corretagem de 5,00 fica em torno de 1000,00.

Quando devo comprar e quando devo vender as ações?

A regra de ouro do mercado de ações é "Comprar na baixa e vender na alta", fácil né?! Porém quando sabemos se estamos na alta ou na baixa?

Existem várias formas de análise, temos a análise técnica que utiliza gráficos para saber o melhor momento de comprar e vender, e a análise fundamentalista que análisa a situação financeira, ecônomica e mercadológica da empresa.

O investidor mais bem sucedido do mundo Warren Buffet, utiliza análise fundamentalista.

Essa resposta é pessoal, seu conhecimento e sua experiência o dirão quando comprar e vender.

O que são ações fracionadas?

Cada ação possui um código, por exemplo PETR3 se refere a ação ordinária, PETR4 se refere a ação preferencial, dentro desses dois ativos nos temos ainda PETR3F e PETR4F que são ações fracionadas.

Ação fracionada é aquele que podemos comprar a partir de uma unidade, os ativos sem o F são vendidos em lotes de 100 ações.

No nosso exemplo ações da PETR4 a 32,80 só poderiam ser compradas a partir de um lote de 100 ações, totalizando 3280,00.

Já a PETR4F pode ser comprada a partir de uma 1 ação.

Outro detalhe importante é que que dependendo da corretora uma ordem para o mercado fracionário pode custar X, e para o mercado normal Y, normalmente o do fracionário é mais barata.

Espero ter esclarecido algumas dúvidas quanto ao assunto, e não esqueçam disciplina e estudo = lucros!!

Abraços!

7 comentários:

  1. Claro até para uma pessoa que nunca ouviu a palavra AÇÕES...
    Beijos,
    Belle

    ResponderExcluir
  2. Acredito que para os iniciantes, a melhor coisa seria começar brincando nos simuladores...

    um ótimo simulador de investimento é o do OndeInvesitir (http://www.ondeinvestir.com.br/) é o melhor é de grátis! :-)

    ps: até o yahoo usa suas fontes de analise :P

    ResponderExcluir
  3. www.joveminvest.com.br

    ResponderExcluir
  4. como acessa o simulador desta pagina não esta clara

    ResponderExcluir
  5. o joveminvest usa a cedro, que é um dos piores provedores de informação! acho que ele não seria o mais indicado para iniciantes!

    ResponderExcluir
  6. Legal, eu não entendo muito mas deu pra ver que o recado é estudar...não é o horror de sete cabeças que muita gente pensa.

    ResponderExcluir
  7. Post "velho" a essa altura do campeonato mas me ajudou MUITO. Obrigado Di!

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Web Analytics